Carta de Apresentação FAZ a Diferença!

Gostaria de compartilhar com vocês algo muito importante e que talvez muita gente simplesmente não considera como tal: a carta de apresentação que acompanha o curriculum, ou popularmente conhecida como “Cover Letter”.

Quando eu me candidatava à um cargo em uma empresa, eu sempre tive o cuidado de elaborar uma carta de apresentação personalizada, de acordo com cada cargo ou empresa que eu estava me candidatando. Acreditem ou não, a carta de apresentação diz muito sobre você e não me refiro apenas em relação às suas habilidades e formação acadêmica. Através da carta de apresentação, a empresa pode avaliar como você se comunica, como você desenvolve textos, que tipo de vocabulário você possui, e principalmente a carta de apresentação poderá mostrar como você será ou agirá caso seja contratado como um funcionário.

Agora que tenho meu próprio negócio, recebo currículos de todos os cantos do planeta todos os dias, e sim, devo dizer que os profissionais deveriam dar mais valor às suas cartas de apresentação. Hoje mesmo recebi alguns e-mails de candidatos que nem sequer escrevem um “bom dia”. Simplesmente anexam o currículo no corpo do e-mail vazio (colocando meu endereço em cópia oculta, o que significa que não sou a única que está recebendo a mensagem), e ainda ficam na expectativa de uma resposta positiva de minha parte. NO WAY PESSOAL!

Para mim, este tipo de coisa se chama preguiça, ou conveniência. Um candidato à vaga, seja para uma posição interna ou freelancer, tem que se empenhar na sua candidatura, fazer por merecer sua seleção. Mostrar suas habilidades, seu interesse. De que vale ter MBA, pós graduação, ser trilimgue e nem sequer ser capaz de elaborar e enviar uma carta de apresentação? Este tipo de e-mail passa batido e vai direto para a minha lixeira…e tenho certeza que não sou a única que faz isso.

É cada coisa que a gente vê que vocês não acreditam. Hoje também recebi um e-mail de um candidato dizendo que ele não gosta de traduzir materiais na área legal (contratos etc.) porque “é muito chato”. Nao seria mais profissional dizer que não se sente familiarizado ou confortável em traduzir documentos referentes a este assunto? Ele também acrescentou que não gosta de receber feedback de revisores pois estes “às vezes acordam com o pé esquerdo e fuzilam o trabalho do tradutor”. Como é que pode receber uma carta de apresentação de um candidato com estes termos?

E a coisa não pára por aí pessoal: existem pessoas se candidatando às vagas de tradutor e revisor de textos, porém elas mesmas cometem erros em suas cartas de apresentação e também no próprio currículum.

Foi pensando nisso e vivenciando estas situações que eu decidi postar esta experiência aqui no blog.

Seguem algumas dicas que eu particularmente acho essencial:

  •  Jamais enviem currículum sem uma carta de apresenrtação PERSONALIZADA, ou seja, direcionada à pessoa ou ao departamento responsável da empresa. Se não souber quem é a pessoa ou o departamento responsável, envie a mensagem aos cuidados do Departamento de Recursos Humanos da Empresa XXXXXX. 
  •  Nada de preguiça pessoal. Não mandem dezenas de e-mails padrão para mais de 50 empresas. Trate cada uma como se fosse uma joia a ser lapidada. A empresa também gosta de se sentir especial e ver que você valoriza a vaga que ela está oferecendo. 
  •  Leiam uma, duas ou até três vezes a mensagem antes de ser enviada. Busquem por erros ortográficos, de gramática e confiram COM CUIDADO o e-mail e nome do destinatário. Pode parecer tolice, mas esses dias eu recebi um curriculum de uma pessoa que chamou a minha empresa de outro nome (do concorrente, por exemplo). 
  • Elaborem um texto profissional e objetivo, sem enrrolações. Ir direto ao ponto é o que interessa, afinal com tantos e-mails de outros candidatos que a empresa deve receber por dia, ela consequentemente não deve ter tempo de ler uma novela sobre você. Destaque seu diferencial perante aos demais.

O que importa é sempre lembrar que: a carta de apresentação é imprescindível e quando for enviada precisa estar impecável. A primeira impressão é a que fica. Boa sorte!

 

Anúncios

Um comentário sobre “Carta de Apresentação FAZ a Diferença!

  1. Giuseppe Moscariello disse:

    Oi querida obrigado pelas dicas,
    há alguns anos eu também comecei me propondo como tradutor free-lance, e acredite achei complicado preparar uma “boa” cover letter. Percebi que elas mudam ao mudar dos idiomas….italiano e português são bastante parecidas, mas francês e inglês nada a ver com as já mencionadas! …sem falar que o mesmo cv muda. Nem te conto quando tive que fazer tudo isso em inglês, eu que nem falo direitinho inglês!….rsrsrsrs mas que tal uns exemplos por aí?….sei lá um modelo de carta de apresentação etc….isto ajudaria ainda mais. De toda maneira, ainda uma vez obrigado!
    …..boa sorte
    🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s