Família Geral Saúde Saúde e Bem Estar

Quando os filhos viram pais de seus pais

Envelhecer é inevitável. A idade chega para todos e lá na frente muitos terão que cuidar daqueles por quem, um dia, foram cuidados. Assumir o controle e cuidar dos nossos pais ou avós não é uma tarefa fácil, mas pode ser menos dolorosa e árdua para ambos.

Ao voltar no tempo e analisar o envelhecimento da população, pecebemos que lá nas décadas de 50 e 70 a expectativa de vida era de 75 anos. Atualmente, 75 anos é considerada ainda uma idade jovem e isso é graças às mudanças dos hábitos alimentares e do estilo de vida das pessoas. Hoje em dia, as pessoas vivem até seus 90 anos ou mais.

Com essa mudança, veio também a grande responsabilidade imposta aos filhos. Não há como escapar. Chegará um momento em que os idosos em idade avançada precisarão de auxílio para viver. É como se eles voltassem a ser criança e, em um estalar de dedos, os papéis se invertessem.

Essa dependência pode ter vários motivos: físico, mental, estrutural. Um idoso de 90 e poucos anos não pode mais morar sozinho. Às vezes, idosos ainda mais jovens perdem o controle sobre suas vidas por motivo de doença. Outras vezes, o Alzheimer ou até mesmo a doença senil faz com que o idoso se torne totalmente dependente de seus familiares. Por outro lado, quem cuida desses idosos também abdica da sua vida, da sua rotina e até da sua própria saúde.

Quero chegar na empatia, no conforto, no entendimento, na compreensão – de ambos os lados. Eu quero que os pais não sintam que são um fardo para seus filhos; e que os filhos não se sintam culpados ao realizarem que não possuem condições físicas ou emocionais de cuidar dos seus pais 24 horas por dia.

À medida que a expectativa de vida aumentou, as opções para viver bem e com dignidade também. Atualmente, há várias opções e lugares especializados para cuidar de quem amamos. O estígma de abandono dos idosos em asilos vem, aos poucos, se desfazendo. E isso é bom, para os dois lados.

Assumir para si mesmo e para seus pais que você não tem condições de cuidar deles 24 horas por dia, que eles precisam de asisstência especial, de uma equipe especializada, de médicos, de cuidados que você não é capaz de prover, não é abandono. Isso é um ato de amor, isso é zelo!

O amor da família é fundamental sim, e não será minimizado ou acabará ao se dar conta de que você precisa de ajuda para cuidar de quem você ama.

Hoje, a minha querida avó de 98 anos se mudou para um lar com cuidadores que zelarão por ela, com a assistência e o atendimento que ela merece e precisa. Ela não pode mais ficar sozinha, tem doença senil e limitações de mobilidade devido a fraqueza dos ossos. No último ano, minha mãe foi guerreira ao cuidar dela 24 horas por dia e 7 dias por semana. Até que chegou um determinado momento em que ela se deu conta de que não podia mais fazer isso sozinha. Sua saúde também estava se deteriorando e sua vida passou a ser destinada a cuidar da vovó. Não saía mais, não encontrava os amigos, não vivia sua vida. A minha avó também não estava feliz. O nível de estresse era grande de ambos os lados.

Agora tenho a certeza de que tudo ficará bem, a vovó estará em boas mãos e com o apoio e carinho da família.

Mãe, você foi guerreira, forte e deu tudo de si pela sua mãe. Até para escolher o lugar certo de forma minuciosa e a dedo, você foi perfeita. Tenho muito orgulho de você e sei que a vovó também tem.

Para vocês, meus queridos leitores, deixo aqui esse exemplo, que pode ser útil no futuro. Reconhecer suas fraquezas e impossibilidades não significa derrota; prestar assistência especializada a um ente querido não é abandono e não significa que você não presta ou não é um bom filho(a). COLOCAR O BEM ESTAR DOS SEUS PAIS E O SEU EM PRIMEIRO LUGAR É AMOR INCONDICIONAL.

Quando chegar a minha vez, se eu viver até lá, eu quero que a minha filha faça o que for melhor para mim e para ela. Sei que qualquer decisão que ela tomar será um ato de amor.

É sobre isso, pessoal.

Esse é meu anjo de 98 anos! Te amo, vó!

0 comentário em “Quando os filhos viram pais de seus pais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: