Baseball na veia!!!

Vocês se lembram daqueles desenhos do Snoopy em que o nosso amigo Charlie Brown adorava jogar baseball? Eu achava uma chatice aquilo (o jogo). Por que gostar tanto de um esporte lento, sem graça e que dá sono?

Garanto que muita gente também pensa ou já pensou desta forma, não é mesmo? Mas por que será que os americanos gostam tanto deste esporte? A resposta está na história, mais precisamente na época da guerra civil de 1860. O nome baseball (tradução literal como “bola de base”) se originou exatamente nesta guerra civil, na qual os soldados inventaram este jogo nas bases militares para se descontrair. A partir daí o baseball ganhou fama, cresceu e foram criadas suas regras oficiais. O esporte hoje passa de geração para geração. As crianças aprendem a jogar desde pequenas com seus pais e nas escolas. É considerado um esporte 100% familiar e tradicional.

Quando me mudei aqui para os EUA decidi experimentar tudo o que eles curtem e fazem, inclusive o baseball, para entender (ou pelo menos tentar entender) por que tanto amor a este esporte. Aqui no estado de Washington onde moro, todos torcem pelo time: o Mariners (marinheiros) de Seattle. Mariners foi fundado em 1977 e hoje é o time que representa não somente o estado de Washington, mas também Oregon, Alaska, Idaho e Montana.

Em 2010 fui ao estádio do Mariners em Seattle assistir a partida (quero ir este ano de novo), e confesso que apesar do nosso time ter perdido de 11 a 1 o passeio em geral foi muito legal. Tudo muito organizado, o estádio é limpo, tem uma praça de alimentação enorme que dá a volta em todas as arquibancadas e a educação dos torcedores é nota 1.000. A maioria das pessoas vem ao estádio com suas famílias, crianças idosos etc. Na entrada todos os torcedores do Mariners ganham um boné. Acho que até os organizadores e responsáveis pelo estádio sabem que o jogo é um pouco demorado (pode durar até 3 horas) e lento (as jogadas não são rápidas e muito movimentadas), por isso a arquibancada é sempre entretida com músicas, sons divertidos e narração entre as jogadas (e não durante). O que eu mais gostei foi o clima familiar. Fomos ao estádio em família com a minha sogra, cunhados e seus filhos. É uma oportunidade para se divertir, conversar e comer coisas que a dieta semanal provavelmente não permite.

Estádio

Ingresso

O jogo!

A família toda vai assistir!

Eu e o boné que ganhei na entrada

Para quem vive aqui em Seattle vale a pena assistir a temporada que começou no mês passado e vai até outubro. O preço é acessível. Para comprar ingressos visitem o site do Mariners.

Para finalizar este post, gostaria de compartilhar com todos os leitores que não estão aqui nos EUA e não podem assistir pessoalmente um jogo do nosso amado Mariners. O vídeo abaixo de 35 segundos fez história. Em 1995 o time, que nunca tinha ganhado um título desde 1977 quando foi fundado, estava prestes a ser vendido para uma liga de Miami. A venda não aconteceria se por milagre o Mariners ganhasse o campeonato daquele ano. E acreditem: eles ganharam e o último lance foi emocionante. Vale a pena assistir.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s