“Correios” é coisa do passado?

Parece que foi ontem, quando ainda  enviávamos e recebíamos cartinhas para amigos e familiares.  Bons tempos não é mesmo? E eu que tinha uma coleção de papeis de carta! Nossa, e quem é que não tinha? Eu adorava trocar cartas com meus primos que moravam longe… e também já fiquei plantrada no portão de casa esperando o carteiro passar para entregar a conta de telefone que eu queria esconder da minha mãe (pelo seu valor, claro). Coisas de adolescente! Mas e nos dias de hoje? Desde a chegada do e-mail, internet e empresas de courrier (entregas expressas) os correios estão ameaçados de extinção.

Claro que provavelmente sempre existirá serviço de correios no mundo. Eu não acredito que eles fecharão as portas, mas pelo menos aqui nos EUA os correios estão atravessando uma crise e já fecharam diversos postos de atendimento no país. As empresas de courrier FEDEX, UPS etc., estão tomando conta do mercado em grandes proporções. E as pessoas não costumam mais mandar cartinhas para seus amigos e familiares. É uma pena ver isso acontecer, e triste pensar que diversas pessoas estão sendo demitidas de seus empregos em função da tecnologia.

Ah, por falar em correios aqui nos EUA, vocês aí do Brasil sabiam que aqui os carteiros são motorizados? Pois é, eles andam de van para entregar as cartas nas residências. O que eu acho engraçado é que eles só saem do carro para colocar as cartinhas nas caixas do correio. Depois eles voltam para o carro e andam simplesmente menos de 20 metros (de carro) até a próxima casa! Ah, eles seguem andando de carro de casa em casa de um lado da rua, depois voltam fazendo a mesma coisa nas casas do outro lado da rua. E de pensar que nossos carteiros brasileiros pegam ônibus, metrô, andam a pé de casa em casa debaixo de sol ou chuva.

Essa é a van dos correios aqui dos EUA.

Outra coisa interessante: os correios daqui enviam as embalagens de postagem para a sua casa sem nenhum custo adicional. Basta solicitar no website os tipos de envelope, caixas etc. e aguardar. É bem legal isso, pois você pode fazer o pagamento da postagem online e colocar sua encomenda na sua caixa de correio. Quando eles passarem para entregar as cartas, eles já levam sua encomenda embora.

As embalagens dos correios que são gratuitas.

Por falar em caixas de correio, os EUA estão mudando suas atitudes em relação a isso nas grandes cidades (por questões de segurança contra roubo de correspondência e encomendas), mas aqui em Bellingham as caixas de correio continuam sendo as mesmas que vemos nos filmes e nos desenhos animados americanos. Eu acho muito bonitinha, e tem de todos os tipos e cores.

Esta é uma caixa de correio tradicional. A minha é assim (só que na cor azul). Quando o pino vermelho está levantado significa que você colocou uma carta lá dentro para o correio levar. Quando o correio pegar a sua cartinha, ele abaixa o pino 🙂

Bem, é triste saber que a empresa está passando por dificuldades e eu como gosto de apoiar as empresas nacionais, estou fazendo a minha parte. Compro selos regularmente e procuro sempre enviar minhas encomendas e cartas pelo correio. Todo ano mando cartões de natal e também de aniversário (sou contra os cartões virtuais, pois acho bastante impessoal). Se cada cidadão americano fizesse a sua parte, os correios não estariam em crise e nem ameaçados de fechar as portas. Tudo é questão de conscientização. No mercado das encomendas há espaço para todo mundo!

E no Brasil? Como anda o serviço dos correios por aí? Conta para a gente!

Anúncios

Um comentário sobre ““Correios” é coisa do passado?

  1. Simone Maria de Moraes disse:

    Bom dia, Nana. Moro em São José do Rio Preto, interior do Estado de São Paulo e aqui as coisas não estão diferentes. As correspondências recebidas e enviadas são em sua maioria comercial, principalmente boletos para pagamento de contas telefônicas, cartão de crédito, convênio médico, entre outros seguimentos. Os envios de cartões de natal diminuem a cada ano. É triste pensar e ver que as pessoas estão perdendo uma tradição que perdura há anos. Aqui em minha cidade existe o poupa-tempo, que é um projeto criado e implantado pelo Governo do Estado de São Paulo que reúne em um único local, um amplo leque de órgãos e empresas prestadoras de serviços de natureza pública, realizando atendimento sem discriminação ou privilégios. Aqui encontrava-se instalado uma sede dos Correios (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – ECT), a qual foi fechada pelo baixo movimento diário. Isto explica a fragilidade do sistema dos Correios, em razão da crise que estão enfrentando e demonstra o impulso da tecnologia, a qual guia o mercado mundial e faz parte da evolução humana, porém, deveria haver incentivos, seja de qualquer fonte, mas principalmente da área educacional, para que a população não perdesse os valores humanos, os quais devem prevalecer sobre qualquer tipo de tecnologia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s