Homem – Animal Irracional

Eu jamais poderia deixar de postar a minha mais sincera opinião sobre os tristes e recentes acontecimentos com nossos queridos animais de estimação. Para quem não sabe, nos últimos 30 dias tivemos recordes de notícias relacionadas a maus tratos de animais: cachorro arrastado, espancado, abandonado, judiado e por fim, a última e pior de todas – o espancamento de uma cadela Yorkshire até a morte (e ainda pior, na frente de uma criança). O vídeo do espancamento da cadelinha é tão forte que eu mesma não tive coragem de assistir.

Indignados todos estamos. Queremos justiça? Sim, todos queremos. No entanto, existe algo mais além que me intriga muito mais do que punição aos agressores: a cabeça e as atitudes do homem. Onde vamos parar? A violência desse animal “racional” chamado homem vai muito mais além do espancamento de animaizinhos indefesos. Diariamente temos notícias de estupro, esquartejamento, gente que coloca fogo em mendigo, e a última – um homem queimou uma mulher viva no elevador em Nova Iorque. Está tudo errado, os limites já foram muito mais do que ultrapassados. A justiça humana existe, mas não é eficaz o suficiente para fazer com que isso acabe, e sinceramente não acredito que algum dia será.

O mesmo acontece com a violência aos animais. Qualquer tipo de punição criada, inventada, aperfeiçoada, mudada etc. não será suficiente para fazer com que esse tipo de crime nunca mais aconteça. Sabem porquê? Simplesmente porque o homem, com sua racionalidade cada vez mais questionável, perdeu a noção da civilidade, bondade, compaixão, honestidade etc. Esses são valores morais que nenhum tipo de punição resgata. Mas e aí? Onde nós ficamos? O que podemos fazer para ajudar as vítimas e/ou lutar contra isso?

Nem no Brasil e nem mesmo em países desenvolvidos existe uma punição severa para casos de agressões aos animais, e mesmo que tivesse, na minha opinião eu acho que não mudaria muita coisa devido aos motivos acima expostos. O que podemos fazer é aplicar nossa civilidade, nosso bom senso e ajudar da forma que pudermos.

Como? Bem, a pessoa que filmou o ato de crueldade ao Yorkshire, por exemplo. Ao invés de filmar para colocar no You Tube, por que não chamou a polícia ou fez alguma coisa para impedir a morte da cadelinha antes que fosse tarde? Isso seria uma atitude e tanto contra a agressora e a favor da cadelinha.

Nós podemos ajudar fazendo a nossa parte, como por exemplo, denunciando um ato de agressão. Ao ver um cachorrinho abandonado na rua com fome, doente, frio etc, não deixe simplesmente para lá. Vamos ajudar!

Veja como na figura abaixo:

Encontrei um animalzinho abandonado...e agora?

Também podemos contribuir através de doações à instituições sérias e de sua confiança.

Esta sim é a verdadeira luta contra a violência aos animais.

Para quem mora no Brasil, segue algumas sugestões de instituições sérias que amam e protegem nossos aumiguimhos:

– Clube dos Vira-latas –  é uma organização não governamental, sem fins lucrativos, que mantém em seu abrigo mais de 400 animais que são cuidados e alimentados diariamente. Maiores informações sobre como ajudar:  http://www.clubedosviralatas.org.br/

– ARCA Brasil – A ARCA Brasil – Associação Humanitária de Proteção e Bem-Estar Animal é uma organização sem fins lucrativos, sem vínculos partidários ou religiosos, criada em 1993 com o objetivo de promover o bem-estar e o respeito aos direitos dos animais. http://www.arcabrasil.org.br/index.htm

Existem muitas outras instituições, não deixem de se informar!

Para quem está nos EUA: os procedimentos são bem diferentes do Brasil, acessem o site para saber mais – http://www.humanesociety.org/animals/resources/tips/what_to_do_stray_pet.html

Pois é pessoal, depende de nós fazer com que a imagem do homem faça realmente jus a sua característica: Racional.

Obrigada pelo seu tempo dedicado à leitura desse post!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s